REAJUSTE SALÁRIO MÍNIMO 2019 – SAIBA COMO FUNCIONA

O reajuste salário mínimo 2019 acontece anualmente e é definido pelo Governo Federal. O valor reajustado leva em consideração o crescimento dos dois últimos anos do Produto Interno Bruto (PIB) e a taxa de inflação enfrentada no ano anterior.

O Salário Mínimo é o menor valor a ser pago aos trabalhadores pelos empregadores por uma determinada carga horária de trabalho. Seu valor foi definido para que os trabalhadores pudessem arcar com as despesas básicas e essenciais para a vida, como moradia, alimentação, educação, vestuário, saúde e lazer.

No conteúdo a seguir falaremos mais sobre o reajuste do salário mínimo, quem tem direito a receber o benefício e muitas outras informações importantes!

Quem tem direito de receber o Salário Mínimo 2019?

O salário mínimo 2019 é oferecido a trabalhadores rurais e urbanos que são contratados por empresas privadas sob o regime CLT. Assim que um trabalhador for contratado e ter a sua carteira assinada, ele terá acesso a uma série de benefícios.

Este é o menor valor que deverá ser pago aos trabalhadores que cumprirem uma jornada de trabalho de 44 horas semanais. Caso a carga horária ultrapasse esse tempo, então deverá ser pago hora extra aos funcionários.

Além disso, quem nunca contribuiu com o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) pode receber um salário da Previdência Social. A medida foi criada para dar assistência a pessoas que possuem alguma enfermidade de longa duração, de famílias pobres ou que possuem idade acima de 65 anos.

Dessa forma, podemos concluir que as pessoas que tem direito a receber um salário mínimo são:

REAJUSTE SALÁRIO MÍNIMO 2019


01. Trabalhadores rurais e urbanos contratados sob regime CLT por empresas públicas e privadas;


02. Pessoas maiores de 65 anos de idade;


03. Famílias que são consideradas pobres ou muito pobres;


04. Pessoas que possuem alguma deficiência, seja ela mental, física, sensorial ou intelectual;


05. Pessoas que possuem alguma doença incapacitante.


Para saber mais detalhes sobre quem tem direito a receber o benefício, entre no site (ou vá em uma das agências) da Previdência Social e se informe melhor.

Como funciona o Reajuste Salário Mínimo 2019?

REAJUSTE SALÁRIO MÍNIMO 2019Todos os anos o valor do benefício é reajustado pra cima. Ou seja, ao passar dos anos a tendência é que o teto do salário mínimo aumente.

O reajuste do salário mínimo 2019 funciona da seguinte forma: é levado em consideração o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do país nos dois últimos anos e a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) em relação ao ano anterior ao reajuste.

O reajuste salário mínimo em 2018 foi de 1,8%, sendo considerado o menor desde a implementação do Plano Real em 1994. A justificativa para um acréscimo tão modesta foi a queda do PIB no ano 2016, período em que o Brasil sofria o auge de sua crise econômica que assolou o país (inclusive em cenários internacionais), o que acabou por influenciar a queda do crescimento econômico do país.

Previsão do Salário Mínimo para 2019

Se por um lado o reajuste de 2018 foi o menor dentro de muito tempo, a previsão do salário mínimo para 2019 é bem mais otimista. De acordo com a proposta do Governo Federal, o valor do benefício deverá chegar ao mote de R$ 1.002.

Contudo, esse valor pode ser mudado caso haja alguma alteração na previsão relacionada a inflação do ano de 2018. Para os próximos anos, a previsão do salário mínimo é de:

Está gostando do conteúdo? Deixe seu like nas rede sociais ao lado e ajude o site a crescer! Caso tenha alguma dúvida, basta comentar nas nossas redes sociais.
  • 2020 – R$ 1.076,00.
  • 2021 – R$ 1.153,00.

Benefícios do Salario Minimo

BENEFÍCIOS SALÁRIO MÍNIMO 2019

São diversos os benefícios do Salario minimo, pois o trabalhador que fora contratado por uma empresa privada ele deve ter a carteira assinada, desta forma, tem alguns direitos que são garantidos pela CLT e pela Constituição Federal.

Confira abaixo todos os seus benefícios:


Carteira de Trabalho – Nesse documento é registrada toda a vida profissional do indivíduo, servindo como base para que o trabalhador tenha acesso aos seus direitos.


Jornada de Trabalho e Hora Extra – De acordo com a CLT o trabalhador deve trabalhar 8 horas por dia e no máximo, 44 horas semanais. Se passar disso, é considerada hora extra.


13° Salário – É um valor pago no final do ano, e deve ser no mesmo valor que a remuneração do trabalhador.


Férias – As férias devem ser remuneradas. Depois de um ano de trabalho com carteira assinada, o trabalhador tem direito a 30 dias de férias.


FGTS – Depósito pela empresa de 8% todo mês do salário bruto do trabalhador e tem como objetivo garantir uma reserva de dinheiro em momentos em que o trabalhador se encontrar em dificuldade.


Seguro Desemprego – É uma assistência em dinheiro dado ao trabalhador em caso de demissão sem justa causa.


Vale Transporte – Deve receber adiantado para que possa propiciar a locomoção entre o emprego e a sua casa.


Abono salarial – É um benefício de salário mínimo a cada ano para quem possui uma renda mensal de até dois salários mínimos.


Licença Maternidade – Benefício que concede licença de 120 dias remunerados às mulheres no pós-parto.


Assistência médica e Alimentação


Aviso Prévio – Em caso de quebra de contrato, a outra parte deve ser avisada com 30 dias de antecedência.


Adicional noturno – A remuneração deve ser 20% maior para pessoas que trabalham entre  22:00 horas de um dia às 5:00 horas do próximo dia.


Mais informações sobre o Salário Mínimo

REAJUSTE SALÁRIO MÍNIMO 2019O cálculo é feito levando em consideração o crescimento do PIB há dois anos e a taxa de inflação do anterior. Assim que o salário mínimo entra em vigor, o benefício começará a ser pago no primeiro dia do mês de fevereiro.

O reajuste salário mínimo 2019 influencia também na tabela de contribuições do Instituto Nacional de Previdência Social (INSS). Quem trabalha como empregada doméstica, por exemplo, o aumentado relacionado a contribuição ao INSS subiu de R$ 74,96 para R$ 76,32.

Quem contrata também sentiu aumentar o valor da contribuição à Previdência. Se o empregador for recolher ambas as partes, o valor a ser pago será de R$ 152,64.

Cada Estado possui legitimidade para definir seus próprios critérios sobre os valores a serem pagos através do benefício, levando em consideração o teto estabelecido. Grande parte dos Estados adotam os valores estipulados pelo Governo Federal.

Entre os maiores valores pagos para os empregados de empresas privadas, está o do Estado do Paraná. O valor do salário-mínimo na região pode variar entre R$ 1.247,40 e R$ 1.441.


O Salário Mínimo 2019 reajuste acontece todos os anos e leva em consideração o crescimento do país e a taxa de inflação. Ele é realizado para proteger o poder de compra dos trabalhadores brasileiros, com o intuito de manter sua qualidade de vida e o acesso as necessidades e condições básicas de vida.

Ficou com alguma dúvida sobre o reajuste salário mínimo 2019? Deixe o seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *